Santiago do Cacém » Vale Seco

Etapa do Caminho Histórico

18 Km

É na emblemática Igreja de Santiago do Cacém, cidade com fortes ligações às peregrinações a Santiago de Compostela, que se inicia esta travessia ao longo do Sudoeste de Portugal. Por aqui passam desde a Idade Média peregrinos oriundos do Promontorium Sacrum, o destino mítico desta viagem histórica que agora se recupera.

Este troço é dominado pelo sobreiro, árvore emblemática do Alentejo. Sobre ele afirmou Vieira Natividade, notável silvicultor português: “nenhuma outra árvore dá tanto exigindo tão pouco”. O sobreiro é indispensável para a economia local, para a formação do solo, para a composição da paisagem e no suporte de todo um ecossistema com extraordinária biodiversidade. Os sobreiros, para além da cortiça, suportam outras actividades económicas ligadas ao montado e sobreiral, como a apicultura, o turismo de natureza, a recolha de cogumelos comestíveis ou medicinais e para cosmética e a criação de raças locais de animais, como o porco preto ou bovinos de raça alentejana.

O montado de sobro suporta um conjunto de espécies únicas e com estatuto de protecção. Só em termos de avifauna, existem no montado mais de 50 espécies nidificantes. Outras espécies como o gato-bravo, a geneta ou a doninha estão associadas aos montados e sobreirais. Aves de rapina como a águia-cobreira, a águia-calçada ou a águia-de-Bonnelli nidificam em montados. Sendo uma árvore que mantém as folhas o ano todo, o sobreiro é refúgio e fonte de alimento de numerosos insectos e aranhas, constituindo este conjunto a base de uma cadeia alimentar muito rica.

Onde começar

Santiago do Cacém
Na Igreja Matriz de Santiago do Cacém, descendo em direcção ao Parque Urbano do Rio da Figueira.

Vale Seco
Na N120 entre o Cercal do Alentejo e Santiago do Cacém, na estrada para a Barragem de Campilhas. 1º cruzamento de terra batida.

Ficha Técnica

Grau de Dificuldade: Fácil

Extensão: 18 km
Duração Aproximada: 6 h

Subida Acumulada: 350 m
Descida Acumulada: 400 m

Altitude Máxima: 270 m
Altitude Mínima: 110 m

Época Aconselhada: Setembro a Junho

Regras e Recomendações

A CIRCULAÇÃO DE VIATURAS MOTORIZADAS COLOCA OS CAMINHANTES EM RISCO.

EVITE FAZER O CAMINHO HISTÓRICO DE MOTO OU JIPE, ESTUDE ALTERNATIVAS

NÃO FAÇA FOGO.

VÁRIAS QUINTAS E REBANHOS SÃO PROTEGIDOS POR CÃES, CIRCULE COM PRECAUÇÃO.

CUIDADO COM O GADO. EMBORA MANSO, NÃO GOSTA DA APROXIMAÇÃO DE ESTRANHOS ÀS SUAS CRIAS.

OS CAMINHOS ATRAVESSAM PROPRIEDADES PRIVADAS, RESPEITE-AS E FECHE SEMPRE PORTÕES E CANCELAS.

FRACO APOIO DE SERVIÇOS TURÍSTICOS AO LONGO DA ETAPA. LEVE SEMPRE ÁGUA E MANTIMENTOS.

EM ALGUMAS SITUAÇÕES TERÁ QUE ATRAVESSAR ESTRADAS ASFALTADAS, TENHA ATENÇÃO.

ENCONTRARÁ VÁRIOS LOCAIS IDEAIS PARA UM PIQUENIQUE, CARREGUE SEMPRE O LIXO CONSIGO.

SEJA AFÁVEL COM OS LOCAIS, APRESENTE O SEU PROPÓSITO E APROVEITE PARA PARTILHAR EXPERIÊNCIAS.

Dicas

Abastecimento durante o percurso
Ao km 12.5, fazendo um desvio de 1 km, chega à aldeia do Paiol.

Alojamento em Vale Seco
Vale Seco tem pouca oferta de alojamento na zona. Reserve com antecedência.

Santiago do Cacém é uma cidade cheia de História. Aproveite a sua estadia para fazer o Percurso Circular Santiago Histórico e conhecer os principais pontos de interesse.

Avisos Importantes

Esta etapa cruza-se algumas vezes com o percurso circular Santiago Histórico. Tenha atenção à sinalética.

Comece a escrever e carregue em Enter para procurar

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!