Pontal da Carrapateira

Etapa do Percurso Circular

10,5 Km

Este percurso circular com partida da aldeia da Carrapateira permite contemplar e experimentar de perto a relação tão próxima das gentes desta terra com o mar. Ao longo do percurso encontra vários miradouros com vistas soberbas sobre as escarpas e os areais da Bordeira e do Amado e ainda as ruínas de um antigo povoado islâmico sazonal de pescadores.

Vale a pena demorar-se na praia da Bordeira para apreciar como o mar esculpiu a areia em formas harmoniosas que vão mudando com as estações do ano. Esta praia, única e cheia de recantos, resultou da interação entre os sedimentos vindos de Monchique, os depósitos deixados pelo mar, o trabalho insistente do vento e os caprichos das marés e das correntes. A Carrapateira faz as delícias dos veraneantes, dos surfistas, dos caminhantes, dos pescadores, dos perceveiros, dos biólogos … Nas dunas, a vegetação é exuberante: tomilho, perpétuas amarelas, alecrim, rosmaninho, camarinhas, morrião-das-areias, limónio, esteva…

O rendilhado das falésias começa a ganhar novas formas, uma vez que a rocha começa a ser calcária a partir daqui, para sul. O calcário dissolve-se facilmente na água da chuva, que é levemente ácida. Assim, a ação da água do mar, erodindo a falésia por baixo, combinada com a dissolução do topo, provocada pela chuva e pela água de escorrência, dá origem a buracos, cavernas, arcos e colunas de rocha. Materiais que se encontravam no seio do calcário, mas que são insolúveis, como as argilas vermelhas, formam depósitos rubros que contrastam com a alvura da rocha calcária.

Onde começar

Carrapateira
No Largo do Comércio.

Ficha Técnica

Grau de Dificuldade: Fácil

Extensão: 10,5 km
Duração Aproximada: 3 h 30

Subida Acumulada: 0 m
Descida Acumulada: 150 m

Altitude Máxima: 50 m
Altitude Mínima: 0 m

Época Aconselhada: Setembro a Junho

Regras e Recomendações

A CIRCULAÇÃO DE VIATURAS MOTORIZADAS COLOCA OS CAMINHANTES EM RISCO.

EVITE FAZER O CAMINHO HISTÓRICO DE MOTO OU JIPE, ESTUDE ALTERNATIVAS

NÃO FAÇA FOGO.

VÁRIAS QUINTAS E REBANHOS SÃO PROTEGIDOS POR CÃES, CIRCULE COM PRECAUÇÃO.

CUIDADO COM O GADO. EMBORA MANSO, NÃO GOSTA DA APROXIMAÇÃO DE ESTRANHOS ÀS SUAS CRIAS.

OS CAMINHOS ATRAVESSAM PROPRIEDADES PRIVADAS, RESPEITE-AS E FECHE SEMPRE PORTÕES E CANCELAS.

FRACO APOIO DE SERVIÇOS TURÍSTICOS AO LONGO DA ETAPA. LEVE SEMPRE ÁGUA E MANTIMENTOS.

EM ALGUMAS SITUAÇÕES TERÁ QUE ATRAVESSAR ESTRADAS ASFALTADAS, TENHA ATENÇÃO.

ENCONTRARÁ VÁRIOS LOCAIS IDEAIS PARA UM PIQUENIQUE, CARREGUE SEMPRE O LIXO CONSIGO.

SEJA AFÁVEL COM OS LOCAIS, APRESENTE O SEU PROPÓSITO E APROVEITE PARA PARTILHAR EXPERIÊNCIAS.

Dicas

Abastecimento durante o percurso
Antes de chegar à praia da Bordeira, junto ao passadiço de madeira;
No portinho de pesca e na praia do Amado.

Avisos Importantes

Ao percorrer o Pontal da Carrapateira encontrará vários desvios em direcção ao mar. Circule apenas pelos passadiços em madeira.

Devido ao grande número de percursos nesta zona, tenha especial atenção à sinalética.

Comece a escrever e carregue em Enter para procurar

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!