Núcleo de São Teotónio

15

Odeceixe

60,5 KM

Percurso muito difícil, sobretudo pela sua extensão de 60 km! A grande dificuldade aparece precisamente ao km 38, com uma subida de 6 km num estradão, com passagens um pouco acima dos 15% de inclinação.

O percurso segue sobretudo por caminhos rurais, por vezes através de extensos eucaliptais e, perto do litoral, atravessa algumas zonas de agricultura intensiva.  Visita pontualmente a costa, primeiro na Azenha do Mar, aldeia de pescadores com um porto de pesca artesanal que vale a pena visitar, e, mais à frente, a parte norte da Praia de Odeceixe, na ponta sudoeste do concelho de Odemira, e onde se chega após uma descida um pouco técnica e acentuada. O percurso continua então para o interior, ao longo da Ribeira de Seixe (fronteira natural entre o Alentejo e o Algarve) antes de a atravessar na ponte da N120 e fazer uma pequena incursão por terras algarvias, passando na típica vila de Odeceixe.

Continua até ao fim por estreitos caminhos através de uma região onde a presença humana se faz cada vez mais rara. Recomenda-se por isso a companhia de, pelo menos, mais um ciclista. Tem vários single tracks e passagens a vau.

Ficha Técnica

GRAU DE DIFICULDADE: Muito difícil

TIPO DE PERCURSO: Circuito sentido anti-horário

EXTENSÃO: 60,5 km

DURAÇÃO: 3h00 a 4h30

MARCADO NO TERRENO: Não

DESNÍVEL ACUMULADO: 825m

ALTITUDE MÁXIMA: 302m
ALTITUDE MÍNIMA: 1m

NÍVEL TÉCNICO: 3 (5)

NÍVEL FÍSICO: 3.5 (5)

ÉPOCA ACONSELHADA: Todo o ano evitando temperaturas acima de 30º e após chuvas muito intensas

Dicas

Pontos notáveis deste circuito:

  • Na Azenha do Mar, aldeia de pescadores onde os nomes das ruas estão relacionados com a pesca (Rua do Safio, Rua da Lota, …). Descubra também aqui alguns ninhos de cegonhas nas rochas escarpadas.
  • Na praia de Odeceixe, na maré baixa, é por vezes possível atravessar a Ribeira para visitar o extenso areal da parte sul da praia.

Pontos de apoio:

Km 13 – Brejão
Km 18 – Azenha do Mar
Km 29 – Odeceixe
Km 32 – São Miguel
Km 48 – Choça do Vale

Avisos Importantes

O percurso tem duas travessias da N120 e até a acompanha um pouco na segunda passagem na ponte sobre o rio Seixe que une o Alentejo ao Algarve perto da vila de Odeceixe. Recomenda-se prudência.

Partes do percurso são coincidentes com os trilhos pedestres da Rota Vicentina nas suas 3 vertentes: Caminho Histórico (GR11), o muito concorrido Trilho dos Pescadores (TP) e alguns Percursos Circulares, pelo que é muito provável a presença de caminhantes.

Ao km 24 há uma descida um pouco técnica em conjunto com o Trilho dos Pescadores da Rota Vicentina, na direcção da ribeira de Seixe. Modere a velocidade e tenha especial cuidado com a presença muito provável de caminhantes.

Há no total 4 passagens a vau e 1 zona alagadiça onde se pode acumular muita lama. Assim, este percurso pode tornar-se inviável ou perigoso após chuvas muito intensas e/ou prolongadas.

Percursos comuns com o Núcleo

Percursos de ligação com outros Núcleos

Comece a escrever e carregue em Enter para procurar

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!